Isaura

SOFRE, MAS NÃO SÓ
SOFRE COM MÃE, PAI
E ATÉ VIZINHA SE DER.
DA IGNORÂNCIA SOFRE
DE CULPA TAMBÉM
SOFRE DE SER.

FILHA DE SOFRIDA,
MULHER PROMETIDA
SEM SOTAQUE
SONHA COM FELICIDADE.

MOÇA
A ISAURA FICAVA FELIZ.
ANSIAVA NA FANTASIA,
ENORME ALEGRIA
NAS PROMESSAS DE ENTRE LINHAS
ESPERANÇA CONTINHA.

ELA ESPERTA ERA RECATADA
VIZINHA
INOCENTE,
VIZINHO, CAPITÚ INDECENTE.

AMOR
MULHER MERECE
MAS DO AMADO
INSISTIA NA AMEAÇA
COMO PRESA ACOADA
SOFRE NOVAMENTE.

MEDO
DE DESTRUIÇÃO,
PODIA O SER AMADO SER
INIMIGO DE
O QUE A PERTENCIA?

A DOR
“SE NÃO FOSSE MERECEDORA E ESPERTA”.
ATÉ QUANDO SERÁ,
ISAURA ESCRAVA POR SER MULHER?

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *