Avante

 

O tambor ressoa na batalha

Gritos e mais gritos no ar ecoam

Os raios rompem o céu e sobrevoam

O sangue a cada golpe que se espalha.

 

Mulheres e crianças, queima a palha

Os bardos os teus feitos nos entoam

Canções sobre teus barcos não enjoam

Pois sobre a nau cristã te desencalha.

 

Bebeis, guerreiros, com teus deuses

Pois teu grande destino se desata

De encontro com teus filhos sem reveses

 

A guerra, guerreiros, a guerra

O teu rei o ódio em ti então desperta

Para crescer em outro lar, uma nova terra.

 

Texto escrito pelo convidado do Quarto Minguante:

Jorge Inácio Dotti

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *